No universo das piscinas, falar da sanitização é inevitável. E no Brasil, grande parte deste trabalho é feito com o uso dos vários tipos de cloros disponíveis no mercado.

Hoje é possível manter a piscina sanitizada sem ter que quebrar muito a cabeça, afinal, ao contrário do que acontecia há algum tempo atrás, os produtos são facilmente encontrados, já vem em embalagens práticas e em formatos que facilitam sua aplicação.

Entretanto, mesmo com todas estas facilidades, é normal que ainda exista quem tenha dificuldade de entender como adicionar o cloro à piscina e prova disso é a recorrente pergunta que a gente tem sempre respondido por onde a gente anda:

Posso adicionar os produtos todos no balde e jogar tudo na piscina?
Posso misturar o cloro granulado com o cloro em pó antes de jogar na piscina?
Posso jogar o cloro direto na água da piscina?

Geralmente a dúvida se resume à forma correta de adicionar cloro à piscina. Pensando nesta dúvida tão recorrente, a BRASIL PISCINAS vem esclarecer de uma vez por todas a maneira ideal de colocar cloro na piscina. Preparado?

Cloro para piscinaA forma correta de colocar cloro na água

A cloração da água é o que mantém a piscina livre de algas e bactérias que são responsáveis pela transmissão de doenças e pela deterioração do aspecto visual da piscina.

Há que é uma etapa importante do tratamento, a cloração precisa ser feita da forma certa, tanto para garantir a performance do cloro quanto para assegurar que ninguém será prejudicado utilizando a piscina e mesmo realizando a cloração.

Desenvolvemos um passo a passo para clorar a água da piscina mas antes vamos à uma regra de ouro:

LEIA O RÓTULO DO CLORO COM MUITA ATENÇÃO!

Ler o rótulo do produto é imprescindível pois cada produto pode ter suas peculiaridades e saber delas torna o processo mais seguro. Além disso, todo produto químico representa um risco à integridade física de quem os manuseia!

Por isso o nosso primeiro passo para clorar a água da piscina será ler todas as instruções do rótulo do produto, ok?

Passo a passo para adicionar cloro à piscina

Para adicionar o cloro à água, o processo é relativamente simples mas pode haver alguma variação de acordo com o tipo de cloro e o tamanho da sua piscina. Vamos por partes…

Primeiro passo

O primeiro passo, como dissemos, é ler as instruções do cloro no rótulo já munido dos equipamentos de proteção individual.

Observe que óculos e luvas de proteção são fundamentais para fazer o manuseio do cloro e também de outros produtos químicos relacionados ao tratamento de piscinas!

Certos produtos usados no tratamento de piscinas não podem, em nenhuma hipótese, entrar em contato com a pele! EM NENHUMA HIPÓTESE!

Balde plásticoSegundo passo

O segundo passo para clorar a piscina é utilizar um balde plástico para pegar água da própria piscina.

Encha o balde com água até a metade.

Terceiro passo

Faça os cálculos para saber quanto de cloro você deve utilizar. Leve em consideração os vários fatores que contribuem para o consumo do cloro:

  • aquecimento da água;
  • incidência dos raios solares;
  • quantidade de usuários na piscina;
  • quantidade de ventos e tempestades;
  • volume das chuvas, etc.

Dissolva o cloro no balde utilizando alguma ferramenta plástica. Pode ser uma haste, uma colher grande ou qualquer outra coisa que você possa deixar especificamente para isso.

Quarto passo

Depois de dissolver o cloro no balde com água da piscina, distribua o conteúdo do balde em toda a superfície da piscina.

Evite deixar que respingos do produto saiam da piscina e entrem em contato direto com a borda pois, até então, o cloro está super concentrado, ok?

Como adicionar cloro na piscina

Dicas adicionais

Cuidado com a quantidade de cloro

Se sua piscina for muito grande, ou se o objetivo da cloração é realizar um tratamento de choque, a quantidade de cloro provavelmente será superior a 500 gramas.

Nestes casos, divida o processo e adicione o cloro em várias etapas com quantidades menores. Isso facilita o manuseio e torna a cloração, além de mais eficiente, mais segura para você e para o revestimento da piscina.

Mantenha a circulação da água

Durante todo o processo de cloração, o ideal é manter a motobomba ligada com a válvula do filtro na posição RECIRCULAR. Isso otimiza a mistura do produto na água, a performance da sanitização e também reduz as chances de danificar o revestimento da sua piscina, ok?

Lembre-se: para recircular é necessário abrir os registros do ralo de fundo e do retorno!

Nunca misture produtos

Independente se são cloros, se é cloro com decantador, se é o decantador com o algicida… Em nenhuma hipótese mistura os produtos entre si.

Existem produtos que são incompatíveis e podem acabar gerando fogo e explosões se misturados.

Sempre adicione um produto de cada vez e aguarde o tempo recomendado no rótulo para, só então, adicionar o próximo produto. O ideal é aguardar pelo menos 30 minutos para, por exemplo, depois da cloração, adicionar o decantador.

Brasil PiscinasUtilizar os produtos químicos na piscina não é nenhum bicho-de-sete-cabeças mas é importante estar ciente da forma correta de fazer.

Esperamos que este texto tenha esclarecido como é a maneira ideal de colocar cloro na piscina e, se persistir alguma dúvida, você sempre pode falar conosco!

Se quiser passar aqui, estamos sempre à disposição na Francisco Negrão de Lima, número 860, região da Pampulha.

Se não puder vir conversar, fique à vontade para entrar em contato:

  • email: contato@brasilpiscinas.com.br
  • telefone: (31) 2520-7776

Deixe um Comentário

Fale conosco

Mudar o texto. captcha txt
Sobre o Sulfato de Alumínio para piscinasPiscina verde com algas
Inline
Inline