Apesar de parecer simples, a piscina é um conjunto de estruturas e equipamentos que dependem uns dos outros para funcionar corretamente.

E dentre todos estes componentes, o conjunto filtrante, formado por filtro e bomba, possui papel fundamental já que proporciona, além da filtração, o funcionamento de vários outros itens.

Sem o conjunto filtrante o trocador de calor não consegue aquecer a piscina… Sem o conjunto filtrante o sistema de desinfecção ultravioleta não consegue realizar o controle microbiológico da água, etc.

E é pensando neste protagonismo que resolvemos falar sobre ela, o coração da piscina: a motobomba.

Vamos falar um pouco sobre o funcionamento da motobomba, como determinar qual a motobomba ideal para sua piscina, que tipo de manutenção a motobomba precisa e aí por diante.

Então se você tem alguma dúvida com relação à motobomba da piscina, vem com a BRASIL PISCINAS que hoje vamos resolver essa questão!

Motobomba para piscina

Motobomba para piscinaA motobomba para piscinas é um equipamento central no funcionamento de qualquer piscina. Ela normalmente é alimentada com 110 ou 220 Volts, transforma esta energia elétrica em energia cinética e a transfere para a água.

Em outras palavras, a motobomba é quem faz a água da piscina circular.

Ela consome pouca energia quando comparada com o trocador de calor, com a sauna elétrica a vapor ou a sauna elétrica seca.

Contudo, mesmo não consumindo muito, no final do mês a bomba da piscina pode acabar incrementando o valor da conta de energia devido a alguns fatores:

  • Se sua piscina é grande, a motobomba provavelmente é grande e o consumo destes modelos maiores não é tão baixo assim;
  • Se sua piscina não tem nenhum dispositivo para controlar a filtração e ela acaba ficando filtrando 24 horas por dia;
  • Se a motobomba já tem algumas décadas de idade ela provavelmente também não é das mais econômicas.

Se sua piscina não se encaixa em nenhum destes cenários provavelmente o consumo de energia da bomba da sua piscina é bem baixo.

Também conhecida como bomba d’água, a motobomba pode ser dividida em duas partes: uma parte hidráulica e uma parte elétrica.

Na prática, isso significa que existe uma parte da bomba que fica em contato coma água e uma outra parte, onde fica a bobina do motor e o motor propriamente dito, que lida com a eletricidade.

A instalação de bombas d’água não demanda mão de obra ultra especializada. Normalmente eletricistas com o manual de instruções na mão conseguem realizar o trabalho de maneira segura e sem nenhum tipo de dificuldade.

Componentes da motobomba da piscina

A bomba d’água da piscina é composta pelos seguintes itens:

Componentes da motobomba da piscina

Corpo da motobomba

Normalmente é feito em polipropileno com fibra de vidro, uma liga mais resistente que o plástico comum. Ele é formado por uma peça única que também engloba o que chamamos de pré filtro, um recipiente com uma cesta para impedir que pequenos objetos e impurezas maiores entrem em contato com a parte que impulsiona a água.

O corpo da motobomba é completamente à prova de corrosão para garantir uma longa vida útil aos componentes internos da motobomba.

Tampa do pré filtro

A tampa do pré filtro normalmente é feita num material extremamente resistente e necessariamente transparente uma vez que é interessante saber, antes mesmo de abrir o pré filtro, se o cesto está obstruído.

Selo mecânico

O selo mecânico é um componente vital para o funcionamento da bomba da piscina haja vista que ele faz a vedação interna da bomba. É o selo mecânico que impede que a água passe pela motobomba sem escapar pela união da parte hidráulica com a parte elétrica feita pelo eixo metálico.

Cesto coletor

O cesto coletor fica no interior do pré filtro e é responsável pela retenção de impurezas maiores. Ele obstrui a passagem com uma espécie de rede para evitar que pedras pequenas, folhas e coisas do gênero possam entrar no filtro.

Motor elétrico

O motor da motobomba é a parte que lida com a eletricidade. Ele fica conectado à rede elétrica e, através de uma bobina, produz a rotação do rotor, peça responsável pelo impulsionamento da água.

É importante lembrar que o motor da bomba da piscina não pode, em nenhuma hipótese, entrar em contato com a água. Caso isso aconteça, a motobomba irá queimar imediatamente.

Características da bomba da piscina

Características da motobomba da piscinaAs motobombas são equipamentos muito confiáveis. Elas funcionam por vários anos a fio quando a instalação e a operação são feitas de maneira adequada.

Vamos ver exatamente o que significa fazer a instalação adequada da motobomba e em seguida veremos acerca da operação.

Instalação correta da motobomba

Antes de mais nada é importante dizer que só por não seguir o procedimento descrito no manual de instruções da motobomba já configura a perda da garantia do equipamento, ou seja, a primeira recomendação é a seguinte:

Leia o manual antes de fazer a instalação da bomba da sua piscina!

Para que o conjunto filtrante funcione com sua performance ideal, de forma segura e econômica, é importante estar atento até ao posicionamento físico dos equipamentos na casa de máquinas.

Bomba SodramarO local onde a bomba deve ser instalada deve ser necessariamente de fácil acesso. Nada de construir uma piscina e enterrar a motobomba, afinal, nada dura pra sempre e a manutenção mais cedo ou mais tarde se fará necessária.

Além de ser de fácil acesso, a casa de máquinas deve ser coberta, arejada, sem umidade e preferencialmente o mais próximo da piscina possível.

A umidade tem protagonizado várias histórias de motobombas que apresentam problemas de forma precoce. Por isso, reforçamos: a casa de máquinas deve ser arejada e não pode acumular umidade!

Dentro da casa de máquinas, é preciso haver um dreno para evitar o acúmulo de água e consequentemente umidade no recinto.

É importante perceber que qualquer escoamento ou mesmo vazamento que acontecer na casa de máquinas, caso não haja dreno, poderá prejudicar o funcionamento ou mesmo danificar a motobomba.

Na hora de escolher onde a motobomba será instalada, é preciso pensar na distância da piscina como um fator que contribui para a perda de eficiência do sistema.

Se esta perda de eficiência for inevitavelmente alta você provavelmente precisará de uma motobomba maior e, consequentemente, um filtro maior e, em última instância, estará gastando mais energia para o funcionamento de uma mesma piscina.

A bomba da piscina deve ser instalada de preferência abaixo do nível da água da piscina.

É o que chamamos de uma motobomba que trabalha afogada.

Se o modelo da motobomba for auto-escorvante, ela pode ser instalada até 1m acima do nível da água, contudo, o ideal é que, mesmo sendo auto-escorvante, ela trabalhe afogada.

A parte traseira da motobomba deverá ficar afastada no mínimo 30cm de qualquer objeto que possa interferir na saída do ar quente do equipamento.

Custo da motobomba da piscina

A bomba da piscina é um dos equipamentos mais baratos da casa de máquinas.

A título de ilustração, listamos o preço de algumas bombas d’água na data em que escrevemos este artigo:

Bomba 1/4 cv para piscinas de até 28 mil litros: a partir de R$ 890,00;
Bomba 1/3 cv para piscinas de até 40 mil litros: a partir de R$ 901,00;
Bomba 1/2 cv para piscinas de até 50 mil litros: a partir de R$ 1075,00;
Bomba 1/2 cv para piscinas de até 50 mil litros: a partir de R$ 955,00;
Bomba 3/4 cv para piscinas de até 78 mil litros: a partir de R$ 1.009,00;
Bomba 1,0 cv para piscinas de até 113 mil litros: a partir de R$ 1.313,00;
Bomba 1,5 cv para piscinas de até 176 mil litros: a partir de R$ 1.466,00;
Bomba 1,5 cv  para piscinas de até 176 mil litros: a partir de R$ 1.379,00;
Bomba 2,0 cv para piscinas de até 226 mil litros: a partir de R$ 1.570,00;
Bomba 2,0 cv para piscinas de até 226 mil litros: a partir de R$ 1.633,00;
Bomba 3,0 cv para piscinas de 272 mil litros: a partir de R$ 2.411,00.

Este custo varia de acordo com uma série de fatores mas principalmente, como você pode perceber, varia de acordo com o tamanho da piscina em questão.

A motobomba é indispensável para a piscina?

A motobomba é sim um equipamento indispensável para a piscina. Sem ela é impossível aquecer a água, fazer a filtração de maneira adequada e o desperdício de água acaba sendo regra quando poderia ser excessão.

Nossa recomendação é que você tenha a assessoria de uma empresa especializada em piscinas para ajudar a dimensionar corretamente a motobomba da sua piscina bem como para fazer a instalação e qualquer tipo de manutenção que se fizer necessária.

Para saber mais sobre motobombas de piscinas, confira estas outras publicações:

Alguma dúvida?

Estas são as principais considerações sobre a bomba d’água usada em piscinas. Qualquer dúvida que tenha ficado, deixe pra gente no campo de comentários logo abaixo!

A BRASIL PISCINAS trabalha com construção de piscinas há mais de 20 anos e conhece bem acerca de todos os assuntos relacionados com o setor. Somos especializados em:

Sempre que precisar, conte conosco! Grande abraço e até a próxima!

Deixe um Comentário

Fale conosco

Mudar o texto. captcha txt
Funções do filtro da piscinaInstalação hidráulica da bomba da piscina
Inline
Inline