Hoje vamos falar mais uma vez sobre piscinas de concreto armado e desta vez, mais especificamente sobre os azulejos como opção de revestimento.

Falamos há algum tempo sobre o revestimento de piscinas de concreto armado com pastilhas e se você não leu, corre lá e dê uma olhada. Quem acompanhou deve ter percebido que, como todo material usado para revestir piscinas, as pastilhas também apresenta pontos positivos e pontos negativos.

Estes conteúdos, além de servirem para divulgar nosso trabalho de construção de piscinas, também visam o esclarecimento da confusão formada em torno dos conceitos de “piscinas de alvenaria”, “piscinas de concreto”, “piscina de concreto armado” e “piscina de azulejo”.

Assim como mostramos a pastilha como uma das opções, hoje você vai entender um pouco sobre o revestimento de piscinas de concreto armado com azulejos.

Serão dicas para quem está construindo a própria piscina e também para quem ainda está planejando a obra.

As piscinas de concreto armado

Piscina revestida com azulejosAntes de falar do azulejo como revestimento das piscinas de concreto armado, vamos deixar claro o que é uma piscina dita “de concreto armado”.

Piscina de concreto armado é aquela feita com todas as características de alvenaria mas com um reforço estrutural.

Se quiser se aprofundar no assunto, escrevemos um texto especificamente para falar sobre as diferenças entre piscinas de alvenaria e piscinas de concreto armado.

O revestimento da piscina

Chamamos de “revestimento” o material que ficará diretamente em contato com a água da piscina.

Na piscina de vinil o revestimento é o bolsão de vinil.

Na piscina de fibra o revestimento é a fibra de vidro.

Nas piscinas de alvenaria, assim como nas de concreto armado, podemos escolher dentre uma variedade enorme de revestimentos.

Falamos sobre a pastilha num outro texto e hoje vamos falar dos azulejos, seus pontos fortes e seus pontos fracos.

As opções de revestimento para piscinas de concreto armado

Piscina de azulejosAzulejos

O azulejo é uma das possibilidades na hora de escolher o revestimento para a piscina de concreto armado ou de alvenaria. É o tradicional.

É um revestimento que dá um acabamento maravilhoso mas para quem limpa não é o melhor dos mundos. O azulejo não é tão complicado de limpar quanto a pastilha mas ainda assim está longe de ser tão fácil quanto o revestimento de vinil.

O revestimento de azulejos, assim como a pastilha, requer a utilização de rejunte e quanto mais rejunte maior o trabalho na hora de manter a piscina limpa.

Os rejuntes podem propiciar o desenvolvimento de algas e a formação de colônias de bactérias na piscina.

Ele dificulta a escovação, pois tende a ficar “mais fundo” do que a superfície do azulejo e se a manutenção for feita de maneira equivocada, utilizando escovas de inox, por exemplo, o rejunte pode representar um verdadeiro pesadelo na hora de limpar a piscina.

Se você acompanha nossas publicações já deve saber que o problema com algas nos rejuntes pode ser resolvido facilmente com o controle constante dos níveis da alcalinidade, do pH e do cloro livre na água.

Confira este infográfico onde mostramos o valor correto para cada um dos parâmetros:

Se quiser se aprofundar no assunto e saber mais sobre o cloro, o pH e a alcalinidade total, seguem as respectivas referências:

O equilíbrio químico da piscina é a chave para manter a piscina de azulejos sempre cristalina e com o rejunte limpinho como novo. Para facilitar este equilíbrio, que no fim das contas se dá pela capacidade de desinfecção do cloro presente na água, recomendamos que você instale um método auxiliar de desinfecção e não dependa somente da adição manual de cloro.

Você pode pensar na instalação de um sistema de desinfecção ultravioleta como o Pool Clean, pode pensar na instalação de um sistema que utiliza o gás ozônio para manter a piscina desinfetada e também, na pior das hipóteses, ainda pode pensar na instalação de um gerador de cloro, que ajuda na manutenção do nível de cloro livre na piscina.

São várias as alternativas para o cloro da piscina e escolher uma delas é quase obrigatório quando a piscina é revestida de azulejos.

A compra do azulejo para a piscina

Aqui seguimos com a mesma recomendação que demos quando falamos das pastilhas: na hora de comprar os azulejos é sempre bom comprar algumas caixas a mais do mesmo lote.

Por quê?

Com alguma reserva daqueles azulejos você poderá realizar a manutenção da piscina sempre que precisar. Azulejos quebram, trincam, se danificam com o tempo…

Se você não tiver deles em casa para repor, poderá ter dificuldade quando for procurar por ele nas lojas de cerâmicas.

Isso acontece muitas vezes pois as fábricas param de produzir determinados modelos e também porque, ainda que continuem produzindo o mesmo modelo, dificilmente serão idênticos! Peças de lotes diferentes podem apresentar diferenças na cor e também no formato.

A instalação do azulejo na piscina

Piscina com azulejosO assentamento do azulejo na piscina de concreto armado, assim como o assentamento das pastilhas, precisa ser feito por um profissional especialista.

Apesar de serem mais simples do que as pastilhas, os azulejos também demandam uma dose grande de experiência por parte do instalador e qualquer descuido pode causar defeitos grotescos ao final da obra.

O uso das cruzetas na junção dos azulejos precisa ser feito de maneira rigorosa e todo o trabalho demanda calma e paciência para ser concluído perfeitamente. A pressa na hora de assentar os azulejos leva às imperfeições, sejam elas visíveis ou não.

Também é importante checar o esquadro na hora de instalar os azulejos. Assim como o assentamento de cerâmicas no piso, a colocação dos azulejos na piscina de concreto armado é uma tarefa que precisa ser bem planejada e uma parte deste planejamento precisa ser a conferência do esquadro.

Se não o fizer e a construção estiver fora do esquadro, o resultado final da colocação dos azulejos poderá ser um verdadeiro “desastre estético”.

Ainda que existam alguns truques para disfarçar o desajuste no esquadro, a construção no esquadro é fundamental para o êxito da construção.

Para assentar os azulejos na piscina é preciso utilizar argamassa específica para esta finalidade e o tempo gasto costuma ser ligeiramente menor do que o gasto no assentamento de pastilhas.

É fácil concluir que o azulejo é uma opção de revestimento interessante mas é preciso levar em consideração uma série de pontos que podem ser considerados negativos. Desde a dificuldade na hora de fazer a limpeza da piscina até mesmo na demanda de manutenção pois mais cedo ou mais tarde os azulejos vão começar a se soltar (mais cedo se o assentamento dos azulejos for mal feito).

Esperamos que você tenha gostado do texto e nos colocamos à disposição para esclarecer qualquer tipo de dúvidas com relação à utilização de azulejos como revestimento de piscinas de concreto armado. Se você ficou com alguma dúvida, fale com nossa equipe!

A BRASIL PISCINAS continua disponível através dos telefones e do email. Se preferir, pode passar aqui no número 860 da Avenida Francisco Negrão de Lima, na Pampulha.

Deixe um Comentário

Fale conosco

Mudar o texto. captcha txt
Estrutura da piscina de fibraPastilha de piscina
Inline
Inline